Alcatel NM 5620 e XDMCP no Linux

Por questões de trabalho eu utilizava um estação Sun Ultra 5, já obsoleta, mas era uma das poucas opções para acesso a uma plataforma de gerência Alcatel NM 5620 (também obsoleta, veja só!).

A Sun tomava espaço na mesa, tinha uma fonte com um cooler de barulho particularmente irritante. Detestava ter que usá-la.

Olhando os scripts que iniciavam o programa de gerenciamento eu vi que utilizava protocolo XDMCP para a parte gráfica (o servidor em si estava em outra localidade). Pensei de imediato: vou configurar isso no Linux e posso usar uma estação mais moderna ou uma máquina virtual, para liberar espaço.

O primeiro sinal que não ia ser tão simples era a janela de login, o texto estava com fontes maiores. Mas se fosse só estético, sem problemas.

Depois a tela de abertura, onde o texto estava cortado. Mas era só estética…

E o tiro de misericórdia: a tela de busca de nós de gerência perdia o botão Make List, que iniciava a busca e a coluna de Admin Status não aparecia. A janela tinha tamanho fixo, não permitia o reposicionamento.

Sem isso era inútil prosseguir. Quando tinha um tempo livre experimentava usar diferentes gerenciadores Gnome, LXDE, LightDM, distribuições (Ubuntu, Arch, Mint). Sem sucesso.

Depois de meses vi que tinha máquinas virtuais do Sun Solaris 10, bem mais modernos que a versão que eu usava (tão antiga que até esqueci). Baixei as VMs de 32bits e 64 bits para poder usar nas versões de Windows disponíveis que aparecessem.

Comecei com a VM de 32 bits, configurei, criei os scripts e os testes foram perfeitos, já poderia aposentar a estação. Não do jeito que eu queria, mas estava valendo.

Como já tinha acertado a versão de 32 bits rapidamente coloquei os scripts na de 64 bits. Resultado? As mesmas telas com distorções de fontes que havia encontrado no Linux…

Não fazia sentido. As duas versões possuem exatamente o mesmo conjuntos de fontes.

Usei o comando xset -q, retorna alguns parâmetros, como as fontes em uso:

Além de informar as fontes que o servidor X11 está utilizando ele mostra a ordem em que elas são buscadas!

Mudei a ordem das fontes com o comando xset +fp, fiz uma nova conexão com a VM de 64 bits e a gerência apresentava todas as janelas corretamente, com todos os botões e campos.

Eu não esperava que as fontes pudessem ter uma ordem correta, mas acabei encontrado uma discussão na Internet onde alguém explicava que o SunX (servidor X11 do Solaris) ao encontrar uma referência à uma fonte varre todos os diretórios de fontes até encontrar a fonte de nome exato, apenas quando a fonte é inexistente substitui por uma compatível. O Xorg (servidor X11 do Linux e das versões mais moderanas do Solaris também) utiliza a primeira fonte compatível que encontrar, caso a fonte compatível esteja disponível antes da fonte desejada será utilizada. Isso explicava todos os problemas de apresentação, apesar das fontes adequadas estarem disponíveis.

Resolvido na VM de 64 bits, foi sor seguir o mesmo raciocínio nas máquinas Linux (e Free BSD que alguém usava).

Assim após acertar a ordem das fontes a janela de login apresentava as fontes menores que estávamos acostumados:

A tela de abertura não cortava o texto:

E, o mais importante, a janela de gerência tinha o botão Make List e todos os campos presentes, incluindo o Admin Status:

Para não ter que acertar manualmente a ordem das fontes, no Linux basta criar o seguinte arquivo com a ordem desejada das fontes /usr/share/X11/xorg.conf.d/10-fonts.conf com o seguinte conteúdo:

# Fontes extras para acesso a estacao X11 remota

Section "Files"

FontPath	"/usr/share/fonts/X11/misc:unscaled"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/75dpi:unscaled"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/100dpi:unscaled"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/TrueType"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/Type1"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/Type1/sun/"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/F3bitmaps:scaled"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/misc:scaled"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/75dpi:scaled"
FontPath	"/usr/share/fonts/X11/100dpi:scaled"

EndSection

Sobre androideia

Passando o tempo...

Publicado em 30/05/2020, em Uncategorized e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Matt's Entropy

... seeding /dev/random, one blog post at a time.

Maravilhoso Mundo Novo

De volta ao Paraíso

androideia

Idéias e Android, necessariamente não nessa ordem.

Another Airgun Blog

Idéias e Android, necessariamente não nessa ordem.

Armas de Pressão - Modificações e afins

Metade da graça em atirar está em fazer ajustes na arma.

%d blogueiros gostam disto: